Debate realizado pelo Núcleo Dandara faz resgate da história do PT

Debate realizado pelo Núcleo Dandara faz resgate da história do PT
1 de junho de 2016 Assessoria de Imprensa

Debate realizado pelo Núcleo Dandara resgata história do PT

Em encontro no Sindicato dos Metalúrgicos,  Núcleo de Base Dandara promoveu reflexão coletiva sobre a conjuntura nacional, a partir do resgate da história do PT. O professor Eduardo Tadeu Pereira, doutor em Educação pela Unicamp, fez uma linha do tempo desde a fundação do partido, passando pelas “Diretas Já’, a primeira campanha de Lula para governador, a eleição de deputados e do primeiro prefeito eleitos pela legenda, as vitórias e derrotas do partido e o movimento da mídia para destruir a esquerda, a exemplo da edição da Rede Globo no debate entre Lula e Collor. “Muita gente está vivendo essa experiência conturbada hoje, mas é preciso  lembrar que já vivemos outras situações traumáticas antes”.

Para Eduardo, encontros como este são de suma importância. “Estamos precisando recuperar a história das lutas sociais e partidárias, como parte da formação política de nossa militância. Principalmente nessa conjuntura difícil em que enfrentamos um golpe dos setores conservadores e que precisamos resistir e construir os movimentos alicerçados em militantes bem formados”, disse, lembrando ainda das ações da Frente Brasil Popular de Jundiaí e região, que tem realizado vários movimentos pela cidade com a participação de mais de 30 movimentos sociais e partidos de esquerda.

Durante o debate, parte do público defendeu o resgate às origens do Partido, como a vereadora Marilena Negro. Outras lideranças acreditam que o PT deve ter uma nova abordagem, como a que tem sido feita pelos estudantes nas ocupações das escolas do Estado, como exemplifica o engenheiro Sergio Bianchini. “O partido precisa fazer uma leitura correta do momento político, principalmente das novas práticas e arranjos da ação política de esquerda e um exemplo são as ocupações das escolas pelos jovens, com modelos mais horizontais de organização”, disse Bianchini.

O Núcleo Dandara e a Frente Brasil Popular já tem previsão de um calendário com novos debates e palestras, todos abertos ao público.

Dandara

O Núcleo Dandara foi criado em novembro de 2015 com um olhar voltado para o movimento de base. “O Núcleo foi pensado quando discutíamos questões raciais, a luta pela liberdade de informação, manifestações culturais e religiosas”, informa o coordenador Gustavo Diniz. Segundo ele, o Partido dos Trabalhadores está buscando a construção de uma agenda conjunta para fomentar um debate de eventos comuns e integrar os coletivos de cultura, movimentos de bairros e sociais em torno de ideologias mais progressistas.

DSC_0010 DSC_0005