Emoção marca festa de 36 anos do PT em Jundiaí

Emoção marca festa de 36 anos do PT em Jundiaí
29 de fevereiro de 2016 Assessoria de Imprensa

Festa realizada no Diretório reuniu dezenas de militantes, reacendendo a paixão pelo maior partido do país. Vereadores Marilena Negro e Paulo Malerba reafirmam compromisso com o partido.

A estrela da militância jundiaiense brilhou na festa realizada para celebrar os 36 anos de fundação do Partido dos Trabalhadores. Com Diretório Municipal lotado, o presidente Arthur Augusto mostrou grande satisfação em ver petistas de várias gerações reunidos para celebrar mais um ano de luta do maior partido brasileiro. “Esse é um momento histórico para todos nós de Jundiaí. De militantes reafirmando seu compromisso em continuar na legenda e ajudar a fortalecer cada vez mais o nosso partido”, disse o presidente.

Com direito a bolo e parabéns, os petistas saíram de alma lavada desse encontro que reacendeu a paixão da militância, com gritos de ordem, a exemplo do famoso “Partido! Partido! É dos trabalhadores!” e discursos emocionantes, como o do professor Rafael que lembrou apoiar Lula antes mesmo da criação do Partido. “O PT é como um filho para mim. Se um dia sair todo mundo, a chave vai ficar comigo”, disse, comovendo o Diretório.

Os vereadores Paulo Malerba e Marilena Negro afirmaram que não saem do PT. Malerba ressaltou que a saída de algumas pessoas não muda o pacto em defesa das bandeiras históricas do partido. “Eu e a vereadora Marilena temos defendido essa pauta histórica e defendido o projeto do governo na Câmara”, disse, destacando que só o PT consegue agregar tantas pessoas e ideias. “Não vejo isso em outro partido”.

“Sabemos que há debate, que há tensão, mas nunca estive tão ativa no Partido”, disse a vereadora Marilena Negro, filiada há 20 anos. “Por mais que tenhamos dificuldades, esse é o partido com o qual me identifico”, ressaltou, analisando a saída de ex-companheiros. “Não consigo conceber a ideia de uma pessoa se desconectando de uma trajetória de vida com uma simples desfiliação”, disse, referindo-se às recentes desfiliações de nomes como Durval Orlato e Gerson Sartori.

O presidente do Sindicato dos Bancários de Jundiaí e Região, Douglas Yamagata, acredita que o momento turbulento está dentro das expectativas. “Não acho que seja anormal o que está acontecendo. A burguesia jamais iria se calar diante de quatro mandatos de um partido que representa os trabalhadores e os mais oprimidos. “Esse é o momento de repactuar. Não podemos temer o enfrentamento”, defende.

Arthur Augusto lembrou ainda que, apesar do ataque vindo da direita e da mídia golpista, há pesquisa comprovando que o PT continua sendo o partido de preferência nacional dos eleitores. “Tem muita gente se filiando e tem muito jovem vindo para o PT. Estamos crescendo. As pessoas compreendem que aonde atuamos e organizamos, revertemos o quadro”. O presidente do Diretório Municipal também reafirmou seu compromisso com o partido. “Independentemente da relação pessoal que tenho com quem saiu, sou do PT e não vou sair”, declarou, colocando seu nome à disposição como pré-candidato a vereador.

Eleições 2016

Arthur Augusto ressalta que o Partido já está organizando a chapa de vereadores e convocando os filiados a participarem desse processo. Ele informa que já está aberto o processo de seleção dos candidatos para a Jornada de Formação dos Pré-candidatos. Podem participar do processo todos os filiados do PT que tenham no mínimo seis meses de filiação.

Assessoria do PT JUNDIAÍ

2 4 7 10 118

0 Comentários

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*