Mídia brasileira abdicou do jornalismo para fazer oposição política, afirma pesquisador

Mídia brasileira abdicou do jornalismo para fazer oposição política, afirma pesquisador
1 de setembro de 2015 PT Jundiaí

O pesquisador e professor aposentado da Universidade de Brasília, Venício Lima, acredita que parte da imprensa brasileira tem feito oposição política. A declaração foi dada em entrevista ao Jornal “Brasil de Fato”, publicada nesta segunda-feira (31).

“Boa parte da mídia brasileira não me interessa porque abdicou de fazer jornalismo para fazer oposição política”, afirmou Lima.

Para ele, há uma posição homogênea da grande mídia. “É a ideia de que a grande mídia funciona como se as principais notícias, a pauta, a narrativa, fossem cotidianamente editados por um super editor, que dá a elas o mesmo enquadramento”, explicou.

Segundo Venício Lima, esse fato não é uma novidade. “Expressa apenas o fato sabido e conhecido de que os oligopólios privados de mídia no Brasil têm interesses comuns e defendem basicamente as mesmas propostas e são contra as mesmas propostas, projetos e políticas”, comentou o pesquisador.

O pesquisador acredita que são absolutamente fundamentais iniciativas que produzem de alguma forma uma imprensa alternativa.

Na avaliação do pesquisador, os governos do PT “caíram numa armadilha” ao acreditar que seria possível que os oligopólios de mídia apoiassem um projeto político, com repercussão na economia, que beneficiasse as classes populares e que promovesse a inclusão.

A necessidade de regulação do setor e o papel da comunicação alternativa e pública também foram temas abordados por Venício de Lima.

Confira aqui a entrevista na íntegra.

Da Redação da Agência PT de Notícias, com informações do “Brasil de Fato”

0 Comentários

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*